terça-feira, 7 de junho de 2016

Prana - Vedanta Sutra


No Vedanta Sutra, Capítulo 2 Pada 4 Adhikaranas 1 até 10 é explicado como a Alma Espiritual Individual age através do Prana. 
Como é muita coisa, coloco só o último Adhikarana 10 completo.
Adhikarana 1 - Os Pranas manifestam-se da Pessoa Suprema
Adhikarana 2 - Os sentidos são 11
Adhikarana 3 - Os sentidos são atômicos em tamanho
Adhikarana 4 - O Prana principal (força vital) tem uma origem
O Prana principal são os 5 ares da vida:
Prana, Apana, Vyana, Udana, e Samana.
O Prana secundário são os 11 sentidos:
Os 5 objectos da percepção: som, toque, forma, gosto e cheiro.
Os 5 sentidos de obter conhecimento: ouvidos, pele, olhos, lingua e nariz. 
Para coordenar as acções de todos estes e tomar conta das três fases do tempo (passado, presente e futuro), está a mente.
Adhikarana 5 - O Prana principal (força vital) não é o ar
Adhikarana 6 - O Prana principal (força vital) é um instrumento usado pela alma
"Deste modo vê-se que o Prana tem uma função importante a executar em relação à alma espiritual. A alma é a desfrutadora e a executora de acções. A alma é como um rei, os sentidos seus assistentes reais, e o Prana seu primeiro-ministro, que ajuda a atingir os objectivos do rei. Desta forma, o Prana é o instrumento mais importante da alma. No entanto, o Prana não é independente da própria alma."
Adhikarana 7 - O Prana principal (força vital) é o instrumento primário da alma
Adhikarana 8 - O Prana principal tem 5 funções
Adhikarana 9 - O Prana principal é atômico
Vedanta Sutra
Capítulo 2 Pada 4 Adhikarana 10
A Suprema Personalidade de Deus é a força motriz por trás do Prana
Introdução pelo Vedanta Acarya Srila Baladeva Vidyabhusana
"Na Brhad-aranyaka Upanisad é dito:
suptesu vag-adisu prana eko jagarti
"Quando a fala e os outros sentidos dormem, o Prana sozinho permanece acordado. O Prana por si só é intocado pela morte. O Prana controla a fala e os outros sentidos. Como uma mãe protege seus filhos, assim mesmo um Prana protege os outros Pranas. "
Desta forma, é descrita a função do Prana principal.
As funções dos Pranas secundários são descritas na seguinte passagem:
sapteme loka yesu sancaranti 
"Os Pranas movem-se em sete reinos."
Assim, os Pranas secundários movem-se entre os sentidos.
Samsaya (dúvida): Será que os Pranas secundários movem-se entre os sentidos por seu próprio poder, ou alguma outra coisa cria o movimento dos Pranas? 
São os Pranas movidos pelos Semideuses, a alma espiritual individual, ou a Suprema Personalidade de Deus?
Purvapaksa (o adversário fala): Dotados com o poder da acção, o Pranas movem-se por si mesmos. Ou talvez os Semideuses movam-nos. 
Na Aitareya Upanisad (2.4) diz-se:
agnir vag bhutva mukham pravisad
"Tornando-se a fala, Agnideva entrou na boca."
Ou talvez a alma espiritual individual mova os Pranas. Isto pode ser assim porque os Pranas são instrumentos que a alma usa para alcançar a satisfação.
Siddhanta (conclusão): Nas seguintes palavras, o autor (Vyasadeva) dos Sutras dá a conclusão.
Sutra 14
jyotir-ady-adhisthanam tu tad amananat
jyotih - refulgência; ady-adhisthanam - o supremo controlador; tu - de facto; tat - aquele; amananat - por cusa da descrição
"Na verdade, a luz é o controlador, porque esta é a descrição."
Significado pelo Vedanta Acarya Srila Baladeva Vidyabhusana
A palavra "tu" (na verdade) é utilizada aqui para dissipar a dúvida. A palavra "jyotih" (luz) aqui significa "a Suprema Personalidade de Deus". Ele é quem move (adhisthanam) os Pranas. O afixo lyut na palavra "adhisthanam" faz isto significar "o que
move". 
Porque é a Suprema Personalidade de Deus quem move os Pranas? 
O Sutra explica: "Porque esta é a descrição."
Isto significa, "Porque é entendido que a Suprema Personalidade de Deus, como a Superalma que permeia tudo, move os Pranas e sentidos. 
Na Brhad-aranyaka Upanisad (3.7.16) é dito:
yah pranesu tisthan
"A Superalma permanece no meio dos Pranas e move-os."
Que os Semideuses e a alma espiritual individual possam também mover os Pranas é não contestado aqui, mas os Pranas não podem mover-se por si só, porque são apenas matéria inerte.
Esperando desfrutar, a alma espiritual individual também move os Pranas. Isto é descrito no próximo Sutra.
Sutra 15
pranavata sabdat
pranavata - pela pessoa que possui os Pranas; sabdat - por cusa do Sruti-sastra
"Pela pessoa que possui os Pranas, por causa do Sruti-sastra."
Significado pelo Vedanta Acarya Srila Baladeva Vidyabhusana
A palavra "pranavata" (a pessoa que possui os Pranas) refere-se aqui a alma espiritual individual. Esperando desfrutar, a alma espiritual move os Pranas e sentidos. 
Por que isto? 
O Sutra explica: "sabdat" (por causa do Sruti-sastra). 
Na Brhad-aranyaka Upanisad (2.1.18) é dito:
sa yatha maha-rajo janapadan grhitva sve janapade yatha-kamam parivartate evam evaisa etat pranan grhitva sve sarire yatha-kamam parivartate
"Como um grande rei governa os assuntos em seu reino, da mesma forma a alma espiritual individual governa os Pranas em seu corpo."
Esta é a essência da questão: A Suprema Personalidade de Deus é o governante supremo dos Pranas e os Semideuses e a alma espiritual individual também governam os sentidos. Os Semideuses governam os Pranas e sentidos, permitindo-os agir, e as almas espirituais individuais governam os Pranas e sentidos com a esperança de obter prazer. Ao exercer a sua vontade, a alma individual, assim, move os Pranas.
Não há alternativa a esta descrição. O autor(Vyasadeva) do Sutras explica isto com as seguintes palavras.
Sutra 16
tasya ca nityatvat 
tasya - disto; ca - e; nityatvat - devido a eternidade
"Porque isto é eterno."
Significado pelo Vedanta Acarya Srila Baladeva Vidyabhusana
Porque Ela tem um relacionamento eterno com eles, a toda-poderosa Superalma é a controladora real e quem os movimenta. Ela deve ser considerada a principal controladora. Isto é confirmado nas palavras do Antaryami-brahmana (Brhad-aranyaka Upanisad 3.7)."