quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Esperem até eu abandonar o corpo

Krsna é servido amorosamente por muitos devot@s exaltad@s. Seus associados eternos. 

Alguém poderia argumentar (como de facto argumentam): "O que te leva a pensar que Sri Krsna vai aceitar o teu serviço "insignificante" já que Ele é servido por tais devot@s exaltad@s?"

No entanto, Krsna compromete-se com todos os Seus devo@s. Todos.

Quando começou a ser elogiado, um Vaisnava puro disse: "Esperem até eu abandonar o corpo, pois posso cair e ficar iludido a qualquer momento."
Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati não queria que fotos dele mesmo fossem adoradas, pelo menos não durante a sua presença manifesta. Para um Grhastha discípulo que havia escrito pedindo permissão para fazer isto, ele respondeu:
"É melhor não manter minhas fotos na casa dos devotos. Nós sempre devemos lembrar que o desejo de honra e prestígio são como fezes de suínos. Depois do meu falecimento, isto poderá ser necessário. Mas se a adoração destes símbolos for feita em minha presença viva, isto será a minha ruína." 
(Bhaktisiddhanta Vaibhava)
When a pure Vaisnava began to be praised, said: “Wait until I am dead, I could fall down at any time”.
Śrīla Bhaktisiddhānta Sarasvatī did not want that pictures of himself be worshiped, at least not during his manifest presence. To a gṛhastha disciple who had written asking for permission to do so, he replied:
It is better that my picture not be kept in devotees’ homes. We should always remember that the desire for honor and prestige is like pig stool. After my passing away, these may be required. If worship of such symbols is begun in my living presence, it will be my downfall." 
(Bhaktisiddhanta Vaibhava)