domingo, 12 de agosto de 2012

Aula Janmastami

221915_10150565980640375_7334886_n

Fomos convidados para dar a aula em Janmastami no Templo de Lisboa. A transcrição da mesma:

Hoje comemoramos Sri Krsna Janmastami. O aniversário de Sri Krsna.

Sri Krsna Janmastami Maha Mahotsava Ki Jaya !!!

Sri Krsna hoje é bebé. Por exemplo se um esposo esquece a data do aniversario da esposa, é divorcio na certa.
HAHAHAHAHA

Então, o Nectar da devoção explica que um dos itens do serviço devocional é comemorar estes dias festivos como por exemplo o Krsna Janmastami.

Krsna fica muito feliz por lembrarmo-nos do Seu dia de aniversário. Todos os que estão aqui hoje a festejar Krsna Janmastami, estão a dar muita felicidade para Krsna.

Podemos esquecer qualquer outra data de aniversário, mas esta data não podemos esquecer.

Bem, também não podemos esquecer das outras datas, mas esta especialmente não podemos esquecer.
HAHAHAHAHA

Agora, Krsna pessoalmente no Bhagavad Gita explica porque aparece neste mundo.

Bhagavad-gita Como Ele É 4.7 Conhecimento transcendental

yada yada hi dharmasya
glanir bhavati bharata
abhyutthanam adharmasya
tadatmanam´ srjamy aham

"Sempre e onde quer que haja um declínio na prática religiosa, ó descendente de Bharata, e uma ascensão predominante de irreligião — aí então Eu próprio descendo."

Bhagavad-gita Como Ele É 4.8

paritranaya sadhunam´
vinasaya ca duskrtam
dharma-sam´sthapanarthaya
sambhavami yuge yuge

"Para libertar os piedosos e aniquilar os descrentes, bem como para restabelecer os princípios da religião, Eu mesmo venho, milênio após milênio."

Mas estas são causas secundárias.

Agora existe uma causa principal. Podemos analizar isto.

Sri Krsna Avatara Hetu - A causa principal do aparecimento do Senhor Krsna

No livro de Krsna, segundo capítulo(Orações dos Semideuses ao Senhor Krsna no Ventre), Srila Prabhupada explica:

"Ó Querido Senhor, continuaram os semideuses, Você é não-nascido, por isso, não achamos nenhuma outra razão para Seu aparecimento além da exibição dos Seus agradáveis passatempos.

Embora a razão para o aparecimento do Senhor esteja determinada no Bhagavad Gita(Ele descende simplesmente para dar protecção ao devoto e subjugar o não devoto), na realidade Ele não descende realmente para subjugar os não devotos, mas para o Seu encontro de prazer com os devotos.

A natureza material por si só pode derrotar os não devotos.

A acção e reacção da energia externa da natureza material (criação, manutenção e aniquilação) ocorrem de forma automática.
Mas por simplemente se refugiarem no Seu santo nome - porque o Seu santo nome não é diferente da Sua personalidade - os devotos estão suficientemente protegidos.

Na verdade, a protecção aos devotos e a aniquilação dos não devotos não constituem a missão de Sri Krsna quando Ele descende;destina-se apenas ao Seu prazer transcedental.

Não pode haver nenhum outro motivo para o Seu aparecimento."

Cc(Adi-lila)4.8
"No entanto, aliviar este fardo, não é tarefa da Suprema Personalidade de Deus. O mantenedor, Sri Visnu é quem protege o universo."

Cc(Adi-lila)4.9
"...Visnu é o Senhor autorizado, o qual mantém o Cosmos criado, e Ele é também a deidade principal que faz ajustes numa administração imprópria da criação cósmica."

Sri Krsna é o Senhor primordial, e ele não aparece para fazer estes ajustes administrativos, mas somente para exibir os Seus passatempos transcedentais...

...portanto, quando Sri Krsna aparece, Visnu,o Senhor que mantém, funde-se em Krsna porque todas as porções plenárias e partes da Absoluta Personalidade de Deus fundem-se n'Ele durante Seu aparecimento."

Cc(Adi-lila)4.13
"Nesta altura, portanto, o Senhor Visnu esta presente no corpo do Senhor Krsna,e o Senhor Krsna mata os demonios através d'Ele."

Cc(Adi-lia)4.15-16
"Esta matança aparente de demonios por Sri Krsna foi uma questão de actividade secundária, incidental, mas o propósito principal do aparecimento de Sri Krsna foi representar uma actuação dramática dos seus passatempos transcedentais em Vrajabhumi, e assim exibir o limite máximo de doçura transcedental nas trocas de amor recíproco entre a entidade viva e o Senhor Supremo.

Estas trocas recíprocas de doçura são chamadas Raga Bhakti.

O Senhor Sri Krsna quer que todas as almas condicionadas saibam que Ele é mais atraído por Raga Bhakti do que por Vidhi Bhakti(serviço devocional sob regulação).

(CC Adi 4.15 e 16v.)

Prema-rasa-niryasa karite asvadana
Raga-marga bhakti loke karite pracarana
Rasika-sekhara krsna parama-karuna
Ei dui haite icchara udgama

"O desejo do Senhor Krsna de aparecer, surgiu a partir de duas razões: 1 - Krsna queria saborear as doçuras doce do amor de Deus (Prema Rasa) e
2 - queria espalhar o serviço devocional no mundo, na plataforma da atração espontânea (Raga Marga Bhakti). Então, Krsna é conhecido como o supremamente jubilante e o mais misericordioso de todos."

Temos o exemplo de Srila Sanatana Goswami que era tão pobre que oferecia Capatis sem sal para Madana Mohana. Um dia Madana Mohana reclamou: "Hey! Eu não quero Capatis sem sal." E Srila Sanatana Goswami replicou: "Eu não tenho dinheiro nem para comprar sal. Vais ter que comer assim mesmo."
HAHAHAHAHA

Este é o relacionamento íntimo (Raga Bhakti) de Krsna e Seus devotos.

Agora podemos falar um pouco sobre os diferentes passatempos (Lilas) de Krsna.

Aprakata Lila - passatempos imanifestos.
Prakata Lila - passatempos manifestos.

Aprakata (imanifestos) - Os passatempos que Krsna executa no mundo espiritual, Goloka Vrndavana são eternos e occorem em oito periodos do dia. Asta Kaliya Nitya Lila.

Prakata (manifestos)- são os passatempos que Krsna executa neste mundo material, Gokula Vrndavana.

Além do Asta kaliya Lila também ocorre passatempos ocasionais (Naimitika) de nascimento, passar de uma idade para outra, matança de demonios.

São ocasionais (naimitika), mas pode-se dizer também que são eternos porque quando deixam de ocorrer num Universo, ocorrem noutro.

Agora neste momento Krsna esta a matar Aghasura num Universo, a realizar o passatempo do seu nascimento noutro universo, a sugar o ar vital de Putana noutro Universo, etc. Embora ocasionais, são também eternos.

Agora podemos falar um pouco sobre Asta Kaliya Lila.

Em Goloka, os passatempos de Krsna ocorrem um após o outro através do tempo transcendental.

Neste mundo material o tempo material (Kala) devora, divide, diminui e por fim acaba com todos os relacionamentos. Mas no mundo espiritual, o tempo espiritual serve a Sri Sri Radha Krsna expandindo e enaltecendo os pasatempos divinos.

Muitos Puranas descrevem os passatempos de Sri Sri Radha Syamasundara, bem como o Srimad Bhagavatam e alguns Tantras como o Radha Tantra.

A pedido de Sri Caitanya Mahaprabhu, os Goswamis de Vrndavana escreveram muitos textos famosos e esclarecedores.

Existem muitos, mas podemos citar alguns:

Srila Krsna das Kaviraja: "Govinda Lilamrta";

Srila Raghunatha Das Gosvami: "Vilapa-Kusumanjali";

Srila Visvanatha Cakravarti Thakur : "Sri Krsna Bhavanamrta" e "Sankalpa-Kalpa-Druma";

Srila Kavi Karnapura's "Sri Krsnanika-Kaumudi";

Srila Bhaktivinode Thakur: "Bhajan Rahasyam".

Muitos devotos avançados de Radha Krsna constantemente lêem estes livros e encontram satisfação ilimitada, lembrando os passatempos fascinantes, cheios de diversão do Senhor.

Srila Prabhupada no "Livro de Krsna": "Os devotos podem ficar absortos em pensamentos de Krsna por ler livros tais como o "Krsna Bhavanamrta " de Srila Visvanatha Cakravarti Thakur.

E portanto no mundo espiritual "nunca há um momento de tédio!"

"Em Goloka Vrndavana cada árvore é uma árvore dos desejos, a terra é pedra de toque, toda a água é como néctar, cada palavra é uma canção, cada passo é uma dança, a flauta é a atendente favorita, tudo é refulgente e cheio de bem-aventurança transcendental, e as entidades espirituais supremas são todos agradáveis, e vacas ilimitadas derramam oceanos transcendentais de leite ... " (BS v.56).

Dia Transcendental de Sri Sri Radha Krsna

1. Os primeiros Passatempos da Manhã (3:36 - 06:00)
Na floresta de Vrindavana, Vrnda-devi engaja pavões, papagaios, cucos e pombas a cantar para despertarem Radha Krsna que despertam mas fingem que estão a dormir HAHAHAHAH e, finalmente, o velho macaco "Kakkhati" fala bem alto para despertar Radha e Krsna Os quais estão fortemente abraçados (quem já foi a vrndavana sabe que quando os macacos entram numa habitação, é um rebuliço HAHAHAHAH). O Casal Divino deixa a sua cama de flores às pressas, e secretamente retornam para suas casas em Javat e Nandagrama.

2. Passatempos da manhã (6:00-08:24)
Radharani em Javat e Krsna em Nandagrama são despertados por seus superiores, que não sabem dos acontecimentos da noite anterior. Krsna cumprimenta Seus amigos vaqueiros e vai para o curral para ordenhar as vacas. Enquanto isso, Radha, esplendidamente banhada e vestida, prossegue com Suas amigas Gopis para Nandagrama para preparar o pequeno almoço de Krsna. Depois de ordenhar as vacas e brincar com Seus amigos, Krsna toma banho, veste-se e goza do pequeno-almoço rodeado por Sri Baladeva e seus amiguinhos Madhumangala, Subala e Sridhama.

3. Passatempos no final da manhã (08:24 - 10:48)
Sri Govinda e Seus amiguinhos levam as vacas para comer a grama, suave e doce na parte inferior da colina de Govardhana. Os meninos brincam nas florestas, banham-se alegremente no Manasi Ganga e comem petiscos de frutas e doces. Ao sentir falta de Sri Radha, Krsna engana os vaqueirinhos que nunca querem se separar de Krsna e vai para longe para perto do Kusuma Sarovara. Ali, Krsna se reúne com Subala, Madhumangala, Dhanistha Sakhi, Vrnda Devi e Tulasi para preparar o Seu encontro iminente com a Sua amada Radhika.

4. Passatempos meio-dia (10:48-3:36 pm)
Radha e Krsna encontram-se e desfrutam ilimitados passatempos nectáreos no Radha Kunda, e nos bosques circundantes pertencentes as amigas mais queridas de Radha (as Asta Sakhi). Radha e Krsna disputam a colheita de flores. Eles andam em um balanço de lótus, passeiam pelas seis florestas estacionais, guerra de esguichar cores, competição dentro da água, roubam a flauta de Krsna, decoram-se uns aos outros com flores, bebem e comem mel e néctares de frutas silvestres, jogam jogos de tabuleiro, descansando em camas de pétalas de flores, ouvem papagaios cantar Suas glórias e fazem Surya Puja.

5. Passatempos da tarde (03:36 - 18:00)
Sri Radha retorna para Javat, banha-se, veste-se maravilhosamente, e começa a cozinhar deliciosos doces para enviar para o lanche de Krsha à noite. Krsna toca Sua flauta, e chama as vacas pelo nome e leva-as para casa para Nandagrama. Yadsoda e Rohini organizam a cozinha para produzir muitas ofertas sumptuosas para o prazer de Krsna.

6. Passatempos do anoitecer (06:00 - 20:24)
Krsna e Balarama tomam banho, vestem-se e saboream os petiscos doces enviados por Srimate Sundari (Radha). (Podemos imaginar as preparações feitas directamente por Srimati Radharani ... Humm! É por isso que os devoto(a)s antes de entrar na cozinha oram para Sri Radha para lhes dar as bençãos de fazer boas preparações para Krsna). Krsna então ordenha as vacas, ou alternativamente vai para o Yamuna para brincar com Radha. Depois do Sandhya Aratik de Nanda Maharaja, Krsna e todos os seus amiguinhos comem a ceia em um humpr de brincadeira, festivo. Yasoda envia os restos de Krsna para Radha que avidamente os honra.

7. Passatempos da noite (08:24 - 22:48)
No auditório do palácio de Nanda Maharaja, Krsna se diverte com danças, dramas, música instrumental, recitação de Mantras Védicos, e um show de mágica.
Depois, Mãe Yasoda providencia leite quente para Krsna e envia-O para a cama. Enquanto isso, em Javat, Radharani veste-se com roupas bonitas com cores coordenadas com as fases da lua; vestindo roupas brancas durante a lua cheia e azul durante a lua escura. Acompanhada por Suas amigas íntimas Gopis, Sri Radha viaja para o Kunja atribuído, na margem do Yamuna para Seu encontro com Syamasundara. Krsna finge que esta a dormir, atribui a guarda da porta de Seua quarto a dois vaqueirinhos, trava a porta por dentro, e secretamente foge para encontrar-se com Radha.

8. Passatempos da meia-noite (10:48-03:36 am)
Cantando canções de muita sensibilidade, Srimati Radhika, Sri Krsna e as gopis vagueiam por toda a floresta de Vrndavana ao longo do rio Yamuna. Começa a incrível dança da Rasa com milhares de Gopis ao lado de milhares de Krsnas, todos a girar e girar em padrões circulares indescritivelmente maravilhosos.

Vrnda Devi distribui instrumentos musicais, e centenas de Gopis começam a tocar ritmos complexos em Vinas, Mrdangas, flautas e instrumentos de sopro e corda. Todos os instrumentos musicais juntos transmitem sons muito doces.

O ritmo fica mais rápido e mais rápido. As melodias se tornam mais e mais complexas. E a dança torna-se cada vez mais frenética, como as Gopis cantam milhares de variedades de músicas. Krsna admira as composições melodiosas de todas as Gopis talentosas.

Srimati Radharani traz a felicidade de nível superior para Sri Krsna através da execução de uma dança especial que ninguém mais consegue imitar.

Após a emocionante dança da rasa, Radha, Krsna e as Gopis refrescam-se com frutas e bebidas inebriante e néctares de mel. Então Eles relaxam em luxuosas camas naturais feitas de pétalas de flores e talos de lótus. Para atenuar Sua fadiga transcendental e desfrutar de mais passatempos; Radha, Krsna mergulham com as Gopis no Yamuna para uma luta de água desportiva.

Vrnda Devi fornece roupas frescs e decorações para Sri Sri Radha e Krsna. Ela então leva o Casal Divino a Seu templo de descanso, onde gozam de alguns frutos silvestres frescos antes de se retirarem para passatempos prazerosos.

Sri Krsna Janmastami Maha Mahotsava Ki Jaya !!!

Agora, todos nós poderemos participar directamente destes passatempos e tudo isto nos será revelado através do processo simples de cantar o Maha Mantra Hare Krsna.

Tudo isto esta contido dentro do Maha Mantra Hare Krsna:

Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare
Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

Nama, Rupa, Guna, Lila. O nome de Krsna (Nama), a forma (Rupa), as qualidades (Guna) e os passatempos (Lila) de Krsna serão revelados pelo cantar.

No Harinama Cintamani, Srila Bhaktivinoda Thakura descreve cinco passos progressivos que auxiliam a alcançar a perfeição no cantar do Santo Nome de Krsna:

1 – “No início um devoto deve evitar as dez ofensas e simplesmente absorver-se no Santo Nome por cantar constantemente. Ele deve distintamente pronunciar o Santo Nome e meditar na vibração sonora transcedental.”

2 – ”Quando o seu cantar torna-se firme, claro e bem-aventurado, ele é capaz de meditar sobre a forma Syamasundara do Senhor. Com as contas na mão, ele deve, portanto, buscar a forma transcendental do Santo Nome, que aparece quando sua visão é pura. Outro método que podemos utilizar para ver esta forma é sentarmo-nos em frente das Deidades, beber a bela visão da forma do Senhor com nossos olhos e meditar sobre o Santo Nome.”
Neste estágio o cantar atento do Santo Nome une-se a meditação da forma do Senhor.

3 – ”Depois de alcançar a fase em que o Santo Nome e a forma do Senhor tornam-se um, ele deve, então, absorver as qualidades transcendentais do Senhor Krsna em sua meditação. Então o Santo Nome e as qualidades de Krsna fundem-se para tornarem-se um através do cantar constante.”
Neste estágio o cantar atento do Santo Nome une-se a meditação da forma e qualidades do Senhor.

4 – ”Em seguida, ele passa a praticar a lembrança de determinados passatempos do Senhor. Esta lembrança, chamada Mantradhyana Mayi Upasana, facilita mais absorção no Santo Nome. Este Lila Smarana ou meditação nos passatempos também torna-se progressivamente um com o Santo Nome, forma e qualidades. Neste ponto, os primeiros raios de Namarasa, ou a doçura transcendental do Santo Nome, aparecem no horizonte da percepção. Cantando o Santo Nome com grande prazer, o devoto vê Krsna cercado por Gopas e Gopis sob uma árvore dos desejos no Yoga Pitha.”
Neste estágio o cantar atento do Santo Nome une-se a meditação da forma, qualidades e passatempos do Senhor.

5 – ”Progressivamente, a prática do devoto de Lila Smarana intensifica até o ponto onde ele começa a meditar nos passatempos mais confidenciais do Senhor conhecidos como Asta Kaliya Lila, ou os oito passatempos diários de Radha Krsna. Quando ele atinge a sua maturidade nesta meditação, Rasa manifesta-se em plena glória.”
Neste estágio o cantar atento do Santo Nome une-se a meditação da forma, qualidades e passatempos do Senhor e Rasa manifesta-se em plena glória.

Hare Krsna Hare Krsna Krsna Krsna Hare Hare
Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

Sri Krsna Janmastami Maha Mahotsava Ki Jaya !!!

Amanhã comemoramos também uma data muito importante. Talvez mais importante. O aparecimento de Srila Prabhupada. Seu Vyasa Puja. O aparecimento do devoto puro Maha Bhagavata ainda mais misericordioso que o próprio Krsna. O que seria de nós se Srila Prabhupada não tivesse nos revelado o Vaisnavismo?

Link em:

Vyasa Puja Srila Prabhupada - 2012

Tudo isto estaria fechado e selado pelos Smartas da India que não desejavam contactar os Mlechas e Yavanas ocidentais. E quando "misericordiosamente" contactaram, aproveitando o sucesso de Prabhupada, afirmam que os Mlechas e Yavanas ocidentais somente poderão nascer na próxima vida como Brahmanas na India e somente depois alcançar a perfeição. Srila Prabhupada é muito diferente. De acordo com Srila Prabhupada podemos todos alcançar a perfeição NESTA VIDA.

Vosso servo
Prahladesh Dasa Adhikari

Agosto - 2012